Virada da Pele Saudável oferece consultas e procedimentos gratuitos em SP

Virada da Pele Saudável oferece consultas e procedimentos gratuitos em SP

Evento ocorre durante 36 horas ininterruptas e alerta sobre a importância de ir ao dermatologista mesmo sem problemas aparentes

Acnes são o principal motivo de visita ao dermatologista.
Acnes são o principal motivo de visita ao dermatologista. Foto: Kjerstin_Michaela/Pixabay

Cuidar da pele, mesmo que apenas por questão estética, implica em cuidar da saúde como um todo. De um lado, a preocupação com a aparência relaciona-se com a autoestima e o emocional da pessoa; de outro, existe a prevenção a doenças e manutenção da integridade deste órgão. Entre suas funções, está a de proteger todos os órgãos do corpo, uma vez que atua como uma barreira contra a entrada de corpos estranhos no organismo.

LEIA TAMBÉM:
Coreanas têm dez passos para cuidar da pele; saiba quais são
O que é ‘essence’ e por que ela é mais importante do que hidratante?
Dermatologista esclarece dúvidas sobre uso de protetor solar
Para reforçar a importância desse cuidado constante e facilitar o acesso a um médico especialista, as Faculdades BWS e a Associação Pele Saudável realizam, a partir desta terça-feira, 18, a sexta edição da Virada da Pele Saudável. O evento ocorre durante 36 horas ininterruptas e oferece consultas e procedimentos dermatológicos gratuitos.

Leia também: Dicas pele saudável

“O acesso da população ao (médico) generalista é mais fácil, mas para ser encaminhado ao especialista tem de ter demanda específica. É preciso passar com o dermatologista não só para tratamento em caso de patologia, mas também para ter orientação de como manter a saúde da pele, independentemente de ter lesão”, orienta Seomara Passos Catalano, dermatologista e coordenadora da Virada e do curso de pós-graduação em dermatologia das Faculdades BWS.

Seomara explica que a pele é o maior órgão do corpo e, por ser completamente exposto, sofre com a ação da temperatura, do tempo, da idade e das mudanças hormonais. No caso das mulheres, o hormônio feminino retém a hidratação, mas, conforme envelhecem, a quantidade desse hormônio diminui. Por isso, é necessário intensificar os cuidados com o tratamento adequado.

GALERIA: Conheça mitos e verdades sobre a exposição solar

Pixabay Ver Galeria 6
6 imagens
Prevenção
Problemas que, sem dúvida, merecem uma visita ao dermatologista são alergias e inflamações na pele. As doenças mais vistas nos consultórios, segundo Seomara, são tumores, desde o não melanoma (que tem evolução mais leve, porém se não cuidar pode levar à morte) até o melanoma, que é mais grave e tem maior taxa de morbidade.

A especialista afirma que, mesmo cuidando da pele corretamente, é importante ir ao dermatologista com periodicidade. “Existem doenças que são visíveis, mas outras precisam de busca ativa do profissional, que pode flagrar algo que está no início ou menor”, diz Seomara. Exemplo disso é a psoríase, uma doença autoimune com caráter genético que, muitas vezes, só é devidamente diagnosticada tardiamente.

Outras doenças, embora não sejam propriamente dermatológicas, têm manifestação na pele e um especialista pode, facilmente, detectá-las. “Quem tem insuficiência renal tem cor da pele diferente e existem cores para determinados medicamentos que o paciente toma”, afirma Seomara. Ela ressalta que cabelo e unhas são anexos da pele, sendo que qualquer alteração neles pode ser avaliada por um dermatologista. “É melhor prevenir com cuidados simples do que tratar com o caso já avançado”, reforça a coordenadora da Virada.

Atendimento resolutivo
Seomara explica que a Virada da Pele Saudável tem caráter resolutivo, ou seja, a pessoa vai sair do local com o caso solucionado ou, pelo menos, direcionado para isso. O evento, que ocorre em uma das unidades das Faculdades BWS, na Bela Vista, conta com laboratório para realizar biópsia ou pequenas cirurgias se for o caso, como retirada de tumores. Posteriormente, o paciente volta para pegar o resultado do exame e continuar com o tratamento.

A dermatologista faz uma ressalva para idosos que tomam muitos remédios, inclusive anticoagulante, pois é preciso suspender a medicação antes de realizar o procedimento. “A gente pede tudo o que é necessário e a pessoa sai com a cirurgia agendada”, diz. “A única exceção de cirurgia é o porte. Se o tumor é grande e precisa de internação, tem de ser no centro cirúrgico. A pessoa faz a biópsia, recebe diagnóstico e é encaminhada para o serviço público”, completa. Todos os procedimentos são gratuitos.

No ano passado, a Virada da Pele Saudável realizou 4.811 consultas dermatológicas e 893 procedimentos cirúrgicos durante as 36 horas de evento. A iniciativa beneficia também os estudantes da instituição, que participam dos atendimentos e aprendem a reconhecer e diagnosticar as diversas doenças de pele.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *